Boletim da APP – 03/07/20

Informativo eletrônico semanal da APP-Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do PR

Secretaria da Educação contraria novo decreto e expõe servidores(as) e comunidade à covid-19

Secretaria divulgou orientação mantendo funcionamento das escolas nas cidades e regiões onde governador decretou a suspensão das atividades não essenciais

Contrariando a mensagem do decreto estadual que entrou em vigor nesta quarta-feira (1º), determinando uma quarentena mais restritiva em 134 cidades do estado, a Secretaria da Educação e do Esporte (Seed) divulgou uma orientação mantendo atividades nas escolas da rede pública estadual.

A direção APP-Sindicato quer a revogação da decisão e considera o documento um descaso com a vida dos(as) trabalhadores(as) e da comunidade escolar, uma vez que obriga funcionários(as) e professores(as) a ficarem expostos(as) à contaminação e transmissão do novo coronavírus.

> Clique e leia a matéria completa <


Fundeb ampliou o acesso à educação

Entenda o que está em jogo no Congresso

Em vigor desde 2007, o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) é uma das poucas políticas públicas que seguiram em frente em meio às mudanças de governo ao longo dos anos, algo raro em um país como o Brasil, onde a inconstância ainda dita o ritmo desse tipo de ação estatal.

A relevância da política pode ser medida em números: somente no ano passado, por exemplo, o Fundeb canalizou um montante de cerca de R$ 165 bilhões para estados e municípios. Formado por um conjunto de outros 27 fundos, ele engloba os 26 estados e o Distrito Federal, financiando 40% da educação básica da rede pública no país. Isso inclui desde creches até o ensino médio, abarcando ainda a Educação de Jovens e Adultos (EJA) – somente o ensino superior não entra na conta.

> Clique e leia a matéria completa <


APP-Sindicato cobra protocolo para prevenção de covid-19 nas escolas

Sindicato também reivindica teste gratuito para os(as) profissionais da educação

A APP-Sindicato notificou as secretarias da Educação e do Esporte (Sesa) e da Saúde (Sesa) cobrando a divulgação de um protocolo de prevenção da covid-19 específico para o ambiente escolar. O objetivo é também orientar a categoria nos casos em que o(a) servidor(a) está trabalhando na escola e tem o diagnóstico da doença confirmado.

“Várias escolas estão apresentando casos de profissionais da educação que se infectaram e adoeceram em virtude do coronavírus, pois foram obrigados a quebrar o isolamento social e irem às escolas para entregar e receber atividades impressas, fazer o atendimento pedagógico, além da entrega de merenda”, relata a dirigente responsável pela Secretaria Geral da APP-Sindicato, professora Vanda do Pilar Santana.

O problema aumenta quando algum(a) servidor(a) tem o diagnóstico da doença confirmado. Segundo a professora, devido a falta de documento com orientações, a decisão sobre o que deve ser feito acaba ficando a critério de cada direção de escola.

> Clique e leia a matéria completa <


Entidades e movimentos sociais se unem em defesa da democracia e da vida

Campanha lançada nessa segunda-feira (29) e conta com mais de 60 organizações

Mais de 60 organizações, entre entidades nacionais, centrais sindicais, movimentos sociais, articulações pró-democracia e organizações não-governamentais lançam nessa segunda-feira, dia 29, a campanha #BrasilpelaDemocracia #BrasilpelaVida.

A ação é uma resposta à situação enfrentada pelo país, que exige a união de todos em defesa da democracia, ameaçada pelo ataque permanente e inconcebível às instituições, à imprensa, ao Estado Democrático de Direito e aos direitos dos cidadãos e cidadãs consagrados na Constituição Federal.

> Clique e leia a matéria completa <


Plantão da APP-Sindicato com atendimento suspenso até segunda (6)

Sindicato toma providências para resolver os problemas que atingiram o sistema operacional

A direção da APP-Sindicato comunica que por problemas estruturais no prédio da sede, em Curitiba, atingido pelas fortes chuvas ocorridas nos últimos dias, o atendimento telefônico e do sistema de acesso aos(às) usuários(as) estão suspensos até essa segunda-feira (6).

No entanto, caso algum(a) sindicalizado(a) esteja com processo jurídico e prazo a vencer nesses dias, a orientação do Sindicato é para não se preocupar, pois os(as) advogados(as) correspondentes vão entrar em contato. Ninguém sairá prejudicado(a).


Participe da campanha. Coloque o tema em sua foto do perfil clicando aqui.

#EscolaPublicaEuDefendo


Nesta semana nosso foco são as(os) funcionárias(os) das nossas escolas. Elas(es) são peças importantíssimas na escola pública que defendemos.

Assista, Compartilhe e espalhe essa ideia!


Garanta seus direitos. Sindicalize-se!

Acesse nosso site