Boletim da APP – 07/08/20

Informativo eletrônico semanal da APP-Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do PR

07 de Agosto - Dia do Funcionário e Funcionária de escola

Esse dia tão importante na história da educação pública do Paraná é recheado de muita luta e resistência! Essa é a nossa homenagem da APP-Sindicato para todos(as) Funcionários(as)


APP-Sindicato aponta aumento de infecção com retorno às atividades presenciais nos municípios

Em nota publicada, Sindicato destaca que a educação pública não tem estrutura para garantir segurança em escolas municipais

A APP-Sindicato elaborou uma nota no final do mês de julho se posicionando contra o retorno das aulas da rede municipal de ensino. No manifesto, o Sindicato destaca que com o anúncio do governo em um momento que o Paraná bate recordes de infecção, coloca em risco a vida de mais de 2 milhões de pessoas que estarão vulneráveis nos diferentes 399 municípios do estado. 

> Clique e leia a matéria completa <


APP-Sindicato disponibiliza serviços digitais para sindicalizados(as)

O sistema facilita o atendimento e evita a quebra de isolamento para entrega e consulta de documentação, entre outros serviços

Para facilitar o atendimento para os(as) trabalhadores(as) da educação neste momento de isolamento social, a APP-Sindicato desenvolveu um novo modelo para dar o devido suporte a categoria. O novo sistema permitirá que cada sindicalizado(a) acesse seu cadastro, acessando todas as informações pertinentes, como ações judiciais que fazem parte.

De acordo com o secretário de Comunicação, Luiz Fernando Rodrigues, neste primeiro momento os(as) educadores(as) sindicalizados poderão consultar o pagamento das mensalidades sindicais e também o andamento de três ações importantes como da CLT e  do terço de férias. Uma outra ação passa a ser executada e o(a) sindicalizado(a) poderá enviar os seus documentos de forma digital através da ferramenta. “O professor ou funcionário poderá acessar de maneira bem simples através do banner “Minha Sindicalização” que está no site do sindicato. Está é mais uma novidade da APP-Sindicato e já era um desejo nosso, já que existia uma necessidade de digitalizar nossos serviços”.

> Clique e leia a matéria completa <


Lei Maria da Penha completa 14 anos nessa sexta, dia 7 de agosto

A lei incentiva que as mulheres denunciem as violências e digam NÃO

Chega de sofrer calada! Passaram-se 14 anos da instituição da Lei Maria da Penha (veja aqui). Em 7 de agosto de 2006, a Lei 11.340 foi sancionada, e trouxe um marco com o objetivo de proteger as mulheres e prevalecer os direitos humanos femininos contra agressões cometidas em ambientes diversos. Pela Constituição Federal (art. 226, § 8°) e os tratados internacionais ratificados pelo Estado brasileiro são considerados crimes as violências física, psicológica, sexual, patrimonial e moral.

Mesmo com proteção e incentivos por campanhas e afins, ainda, segundo relatório da Organização das Nações Unidas (ONU) – “O Progresso das Mulheres no Mundo 2019-2020: Famílias em um mundo em mudança” -, apresenta que 17,8% das mulheres no planeta (uma em cada cinco)  relataram violências física ou sexual de seus companheiros nos últimos 12 meses.

> Clique e leia a matéria completa <


APP Aula Paraná terá que comprovar segurança

Enquanto isso, Secretaria de Educação realiza pesquisa e prepara retorno das aulas presenciais

Após denúncia apresentada pela bancada de oposição na Assembleia Legislativa (Alep), o Ministério Público do Estado (MP-PR), no âmbito da Promotoria de Justiça da Educação de Curitiba, determinou a instauração de um procedimento administrativo para apurar possíveis irregularidades na contratação sem licitação e na coleta e uso de dados de crianças e adolescentes pelo aplicativo Aula Paraná. A plataforma está sendo utilizada pelo Governo do Estado para a transmissão das aulas da rede estadual durante a pandemia do coronavírus.

> Clique e leia a matéria completa <


A escola pública precisa de você!

Participe da campanha. Coloque o tema em sua foto do perfil clicando aqui.
#EscolaPublicaEuDefendo


Garanta seus direitos. Sindicalize-se!

Acesse nosso site