Boletim da APP – 10/06/20

Informativo eletrônico semanal da APP-Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do PR

APP-Sindicato orienta diretores(as) sobre registro de frequência dos(as) professores(as)

Entidade sindical cobra que as orientações expedidas pelos órgãos oficiais sejam assinadas e fundamentadas de acordo com as resoluções, decretos e leis

A direção estadual da APP-Sindicato divulgou, nesta quarta-feira (10), uma carta à categoria com orientações a respeito de mensagens, sem assinatura, que tem sido compartilhadas dispondo sobre controle de frequência e limite de 10% para justificativas de faltas dos(as) professores(as).

No texto, a entidade sindical destaca a necessidade de “ouvir os coletivos das escolas e compreender as dificuldades do corpo docente diante do contexto que se impõem” e recomenda que o conteúdo de publicações não oficiais não seja acatado.

Na carta, a APP-Sindicato também cobra que as orientações expedidas pelos órgãos oficiais sejam assinadas e fundamentadas de acordo com as resoluções, decretos e leis.

Clique e leia a matéria completa


Professores(as) devem solicitar a retirada de faltas às direções por e-mail

Seed insiste em punições nos tempos de pandemia

Mesmo diante da situação de excepcionalidade da pandemia que enfrentamos, a Secretaria da Educação e do Esporte (Seed) insiste por manter a linha de vigilância e punições ao atribuir faltas aos(às) professores(as) que apresentaram dificuldades para interagir no mural do Googleclassroom.

A APP-Sindicato lamenta que a Seed, mais uma vez, optou por métodos extremos e punitivos em vez da orientação para docentes em um momento dificuldade e de apreensão de todos(as).

O Sindicato orienta que todos(as) os(as) professores(as) que tiveram faltas atribuídas, formalizem o pedido de retirada por e-mail às direções das escolas, justificando o ocorrido, independentemente do número de faltas atribuídas.

Clique e leia a matéria completa


APP-Sindicato exige que a Perícia Médica acate laudos e atestados dos(as) servidores(as)

Lideranças sindicais reivindicaram também urgência na criação de um programa de saúde do(a) trabalhador(a) e outras demandas

Em busca de soluções para os problemas enfrentados com o atendimento da Perícia Médica, a APP-Sindicato se reuniu com o governo estadual e protocolou um ofício exigindo a imediata suspensão das alterações de laudos ou atestados médicos apresentados pelos(as) servidores públicos(as), durante o período de isolamento social, devido à pandemia da covid-19.

O secretário de Saúde e Previdência da APP-Sindicato, professor Ralph Charles Wendpap, explica que o procedimento adotado pelo governo tem negado ou reduzido, de forma generalizada, o período de afastamento solicitado pelos(as) médicos(as) dos(as) pacientes, obrigando funcionários(as) a retornar ao trabalho doentes, contrariando as recomendações e o tratamento indicado.

Clique e leia a matéria completa


APP-Sindicato exige revogação de medida que corta adicional noturno

Comunicado da Seed condiciona pagamento do direito à registro de frequência em ferramenta online

A direção estadual da APP-Sindicato cobra da Secretaria de Estado da Educação e do Esporte (Seed) o cancelamento de orientações que podem resultar no corte ou redução do adicional noturno durante a pandemia do novo coronavírus. De acordo com comunicado da Seed, a partir do dia 4 de junho o pagamento será condicionado ao registro de frequência e a interação com estudantes através do Google Classroom, conforme cada caso. Para o sindicato, é mais um corte de direitos do governo Ratinho Junior contra a categoria.

Clique e leia a matéria completa


Participe da pesquisa ‘Docência na Educação Básica em Tempo de Pandemia’

Objetivo é analisar os impactos sobre o trabalho docente

O Grupo de Estudos sobre Política Educacional e Trabalho Docente da Universidade Federal de Minas Gerais – GESTRADO/UFMG, em parceria com a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação – CNTE, está desenvolvendo a pesquisa “Docência na Educação Básica em Tempo de Pandemia”. O objetivo é analisar os impactos sobre o trabalho docente na EDUCAÇÃO BÁSICA PÚBLICA decorrentes das medidas de isolamento social em função da pandemia de COVID-19.

A CNTE convida professoras e professores para responder por completo ao questionário disponibilizado na plataforma Google com questões sobre as atividades que estão sendo desenvolvidas pelos(as) professores(as) neste período. Ao final das perguntas, veja as regras do sorteio do IPhone 11 Red.

Acesse a pesquisa pelo link e participe: https://forms.gle/gRiNhQuZB1rMhFzC9

Fonte: CNTE


Garanta seus direitos. Sindicalize-se!

Acesse nosso site

Facebook