Boletim da APP – 16/07/21

Informativo eletrônico semanal da APP-Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do PR

APP-Sindicato lança Campanha em defesa da segurança nas escolas e da imunização

"Pão, vacina e educação: a nossa luta salva vidas". Confira os motivos que levaram à categoria a uma greve pela vida e também os materiais de divulgação

No ano de 2020, a pandemia de Covid-19 abalou o mundo todo. Foi necessário reconfigurar todas as relações de trabalho, estudo e assim, a sociedade entraram em isolamento social para conter a propagação do vírus letal. Entretanto, o governo federal e o governo de Ratinho por muitas vezes, ignoraram a gravidade da pandemia e forçaram convocação das aulas presenciais e, na grande maioria das escolas, com equipamentos com qualidade e quantidade insuficientes para garantir a segurança no ambiente.

A Campanha “Nossa luta salva vidas”  vem para mostrar e reforçar o posicionamento do Sindicato em defesa das aulas, da segurança da comunidade escolar e, consequentemente, de toda sociedade. Os materiais gráficos, em áudio, vídeo e impressos são um alerta público para a gravidade das convocações para o retorno às escolas sem a imunização completa nem mesmo dos(as) trabalhadores(as).

> Clique e leia a matéria completa <


Seed publica resolução com convocação para retorno das atividades presenciais em todo Paraná

A APP-Sindicato aponta que a convocação presencial sem a imunização completa coloca em risco a vida de Educadores(as)

A Secretaria de Estado da Educação (Seed) publicou nesta terça-feira (13) a resolução N.º 3.047/2021, a qual estabelece o retorno presencial dos(as) servidores(as) dos Núcleos Regionais e instituições de ensino da rede estadual. A APP-Sindicato rechaçou a proposta e enfatiza que é necessário manter o modelo remoto até que seja viável um retorno seguro. 

Com a publicação desta nova resolução, a Seed está convocando educadores(as) do grupo de risco a voltarem ao trabalho, desde que estejam há 30 dias com o esquema vacinal completo, ou seja, com as duas doses tomadas. Permanecem em trabalho remoto somente gestantes e  servidoras lactantes de crianças com até 6 meses de idade, mesmo que estejam imunizadas. 

O parágrafo 1º do Artigo 1º da resolução 3047 determina o retorno presencial no prazo de 72 horas de Educadores(as) que não estão no grupo de risco, ignorando o processo completo de imunização.

> Clique e leia a matéria completa <


APP-Sindicato denuncia risco de contaminação em formação presencial nos dias pedagógicos

Diante do grave quadro da pandemia no Paraná, o Sindicato encaminhou um ofício solicitando a alteração para atividades remotas

A APP-Sindicato protocolou na tarde de terça-feira (13), um ofício solicitando que as atividades dos Dias Pedagógicos sejam realizadas de forma remota. A atividade será realizada nos dias 19 e 20 de julho de forma presencial, o que aumenta o risco de contaminação devida a aglomeração nos espaços de trabalho. 

De acordo com o documento, a APP-Sindicato enfatiza que o quadro da pandemia no Paraná ainda é muito grave, o que coloca em risco a vida dos(as) Professores(as) e Funcionários(as) de Educação. “É sabido que as ações de formação causam aglomeração e inviabilizam o isolamento social num mesmo ambiente”, aponta o documento.

> Clique e leia a matéria completa <


Servidores das 3 esferas se unem contra PEC 32

Deforma Administrativa

Nos dias 29 e 30 de julho será realizado o Encontro Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Setor Público Municipal, Estadual e Federal, que vai discutir estratégias e organizar uma mobilização nacional para derrotar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 32, da reforma Administrativa. Já estão sendo realizados encontros municipais e estaduais para debater o tema. (Veja agenda no final da matéria).

A proposta tem enorme impacto nas três esferas dos poderes executivos, legislativos e judiciário, com prejuízo para os servidores e também para a população que precisa de serviço público e de qualidade.

Segundo o Dieese, se a proposta for aprovada, os concursos públicos não serão mais priorizados como instrumento de seleção de pessoal, a estabilidade dos servidores civis estatutários não será mais garantida, os salários serão mais baixos e atividades poderão ser transferidas para a iniciativa privada.

>> Leia mais: Reforma Administrativa vai ser paga pelo povo que ficará sem serviços públicos

> Clique e leia a matéria completa <


Covid mata, educadores(as) deixam seus legados para a educação pública e para a vida

Memorial da APP-Sindicato reflete um pouco do cenário da pandemia no Paraná

Cada dia chega mais um nome(a) de educador(a) sindicalizado(a) que, infelizmente, faleceu em decorrência das complicações da Covid-19. Lembre-se que falta a segunda dose da vacina para os(as) profissionais da educação, porém, mesmo assim estão trabalhando presencialmente nas escolas públicas do Paraná. Afinal, é determinação do Governo do Estado manter as escolas abertas com aulas presenciais – custe o que custar, doa a quem doer.

Diariamente os noticiários mostram os números de óbitos por Covid-19 e as recomendações de isolamento social, uso de proteção como máscaras e álcool gel – protocolos sanitários, entre tantas medidas. Todos(as) têm que se cuidar! Escola aberta, só na hora certa! Não pode aglomerar!

> Clique e leia a matéria completa <



Personalize sua foto no Facebook


Garanta seus direitos. Sindicalize-se!

Acesse nosso site