Boletim da APP – 27/11/20

Informativo eletrônico semanal da APP-Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do PR


Após 8 dias, Professores(as) e Funcionários(as) encerram greve de fome

Novas ações foram definidas em Assembleia Estadual, visando denunciar o autoritarismo e desrespeito de Ratinho Jr.

Depois de 8 dias em jejum total, a greve de fome de Educadores(as) que estão acampados em frente ao Palácio Iguaçu foi encerrada nesta quinta-feira (26). A ação foi finalizada após uma assembleia da categoria, que definiu mais mobilizações contra os ataques do governo Ratinho.

De acordo com o Sindicato, a greve foi encerrada para garantir a saúde dos(as) grevistas, que já estão 174 horas sem qualquer tipo de alimentação. Outro fator foi o avanço da Pandemia do novo Coronavírus que tem gerado preocupação em todos(as), com aumento do número de casos e mortes na capital Paranaense. A orientação dos(as) médicos(as) voluntários que acompanharam os educadores em greve foi de que a fragilidade imposta pela falta de alimentação poderia deixá-los ainda mais vulneráveis ao vírus.

Segundo o secretário de Comunicação da APP-Sindicato, Luiz Fernando Rodrigues, a APP-Sindicato continuará mobilizada, denunciando os ataques do governador Ratinho Jr. e o secretário da Educação, o empresário Renato Feder e cobrando que as pautas da categoria sejam atendida. 

“A greve de fome se deu pelo descaso e insensibilidade do governador Ratinho. Desempregar milhares de pessoas e colocar outras milhares em risco em plena pandemia são provas de que o governo do Paraná não se preocupa com a vida do povo paranaense. Por isso vamos intensificar a luta e desmascarar esse governo que se esconde como rato do debate com a categoria. Saímos mais fortes e mais dispostos a enfrentar e denunciar os abusos do governador e do comerciante que ocupa a secretaria de educação”, destaca Luiz.

> Clique e leia a matéria completa <


Educadores(as) da primeira lista da ação do desconto previdenciário tem até segunda-feira para entregar documentos

Envio pode ser feito de forma on-line e prazo não será prorrogado; confira as orientações

Termina às 23h59min desta segunda-feira (30) o prazo para que professores(as) e funcionários(as) de escola que estão na primeira lista de beneficiários(as) da ação do desconto previdenciário entreguem a documentação na APP-Sindicato através do sistema Minha Sindicalização. Devido aos prazos do Judiciário e o grande número de pessoas envolvidas, não haverá prorrogação do prazo.

Quem tiver dificuldade para envio pela internet poderá fazer a entrega no plantão presencial organizado exclusivamente para essa demanda, na sede estadual (das 9h às 15h) e nos núcleos sindicais do interior do estado. Caso o(a) servidor(a) opte pelo plantão presencial, é importante verificar com antecedência o horário e as regras desta modalidade de atendimento em cada local, devido às medidas de prevenção ao novo coronavírus.

> Clique e leia a matéria completa <


Educadores(as) encerram greve de fome e definem novas mobilizações contra ataques de Ratinho e Feder

Deliberações foram aprovadas em assembleia estadual on-line realizada ontem (26/11)

A APP-Sindicato realizou assembleia estadual na tarde de quinta-feira (26) para definir novas ações na luta pela revogação do edital de processo seletivo simplificado (PSS) n. 47/2020, contra a ameaça de desemprego de cerca de 30 mil professores(as) e funcionários(as) de escola e outras pautas da categoria. Devido a pandemia, os(as) educadores(as) participaram de forma on-line.

Após cerca de três horas de debates, foi aprovado estado de greve e de assembleia permanente, quando ela pode ser convocada a qualquer momento. O objetivo é construir uma greve geral no início do ano letivo de 2021. Também foi definida uma agenda de mobilizações contra os ataques do governador Ratinho Junior e da gestão do secretário da Educação, o empresário Renato Feder.

> Clique e leia a matéria completa <


Ratinho Jr. quer fechar escolas tradicionais de Curitiba

Em documento enviado ao NRE de Curitiba, o governo Ratinho Jr. pretende fechar escolas para reduzir custos com a Educação

O governador Ratinho Jr, junto com o secretário da Educação, o Empresário Renato Feder, intensificam os ataques a educação neste final de ano e durante o período de pandemia. Em documento assinado na última sexta-feira (20), a Secretaria de Estado da Educação e Esportes (Seed) orienta ao Núcleo Regional de Curitiba (NRE), o fechamento de 7 escolas, dificultado o acesso de estudantes em colégios tradicionais de Curitiba. A APP-Sindicato é contra o fechamento de escolas, e destaca que a medida precariza ainda mais a educação pública.

Sem escutar Professores(as), Funcionários(as) de Escola, estudantes, pais e a comunidade escolar, a Seed o argumento de “otimizar” prédios escolares, aprofunda a política de redução de cortes na educação pública, contrariando a necessidade de investimento na pasta. 

A direção estadual da APP-Sindicato aponta que o fechamento destas escolas interferem na gestão democrática da educação pública e destaca que todo fim de ano, o governo apresenta a mesma proposta.

> Clique e leia a matéria completa <


Não esqueça! Liquidação da educação pública é na BLACK FRIDAY de Ratinho e Feder.

#ForaFeder
#EscolaPúblicaEuDefendo
#FomeDeJustiça


Garanta seus direitos. Sindicalize-se!

Acesse nosso site